es-Pensando em fazer uma formação?

12.12.2017

Um curso de formação em Yoga tem o intuito de preparar o aluno desde os fundamentos mais básicos até as técnicas de ensino e práticas mais avançadas. Por isso, é muito importante  o treinamento e a escola que deseja fazer pois, além de caro, você precisará estudar com essa mesma escola até o fim de sua formação 500hs, se desejar fazer algum tipo registro nesta categoria.

Se você busca por esses conhecimentos, ou até mesmo por essa carreira, leve em consideração alguns fatores importantes. Por isso, veja algumas dicas que podem ser de grande ajuda neste processo de escolha.

Como escolher

A primeira pergunta que você precisa fazer é a seguinte: o que você quer aprender? Fazer curso após curso e coletar certificados que não se aplicam à sua prática ou profissão docente não é apenas um desperdício de tempo, dinheiro e energia, mas também o afasta do que você quer ou precisa para se tornar um professor ou praticante melhor. Se você quiser saber mais sobre o alinhamento e os ajustes, vá para a escola que se concentra nisso. Se você está interessado em Yoga Terapia, escolha programas terapêuticos. Se você gosta de Ayurveda, certifique-se de que está no conteúdo do curso que você solicita. Um curso de formação em yoga deve ser projetado para trazer os alunos para o próximo nível, permitindo que eles revejam e desenvolvam suas habilidades e conhecimento de Yoga.

Aqui estão alguns pontos importantes que ajudam você a escolher a escola certa que o permitirá crescer e desenvolver suas habilidades:


1. Metodologia de Ensino

Geralmente professores frescos precisam de mais confiança em como preparar uma boa aula de yoga, que incorporem o máximo de angas (partes) possíveis que a prática permite. Eles precisam de muita inspiração e apoio na construção da confiança para escolher como sequenciar a aula, como criar um programa especial, se necessário, quais temas e modificações de sequência para explorar.

Normalmente, o conhecimento da primeira formação é importante, mas, limitado ao estilo experimentado durante o primeiro treinamento, e a tradição ou regras que eles foram ensinados durante seu curso básico de 200 horas. Acima destes cursos, você encontra especializações para aprender novos conceitos, sequenciando ideias, enfocando grupos específicos de pessoas com necessidades específicas, etc. Um bom curso deve desenvolver suas habilidades de ensino e deve ser mais focado nos diferentes aspectos práticos e teóricos de ser um professor de yoga melhor.

2. Anatomia

Durante o curso de 200hs, você recebe entre 10 a 20 horas de anatomia e fisiologia, enquanto o curso de 500 horas dá a você a oportunidade de realmente entrar no corpo humano e nas mentes! É por isso que é muito importante escolher quem será seu professor e como é a abordagem do programa. Um bom curso de yoga irá ensinar-lhe os benefícios e contraindicações das práticas de yoga: asana, pranayama, mudra, bandhas e suas modificações para se adequarem a diferentes grupos de estudantes (mulheres grávidas, pessoas que se recuperam de uma lesão, etc.).

3. Prática didática

Tudo é mais fácil em teoria, mas a verdadeira oportunidade de polir suas habilidades só pode acontecer na prática! Se você quiser se tornar um professor melhor, você precisa encontrar o programa que oferece muitas horas de treinamento de ensino sob a orientação de um Senior Yoga Teacher e da equipe de ensino.
Somente praticando o ensino para outras pessoas, você pode crescer como professor(a). Você pode obter os comentários honestos e trabalhar em sua melhoria.


4. Visão da escola e valores yóguicos

Sua visão de ensino e yoga deve combinar com a visão da escola que você escolher. Existem muitas boas escolas técnicas de yoga que são famosas pelo seu conhecimento, mas podem comprometer-se na maneira como tratam seus alunos. Salas superlotadas, professores gritando, professores com ego gigante, taxas excessivamente caras e uma atitude arrogante e descuidada em relação aos alunos é o que você certamente não quer experimentar, nunca! Se essa escola não ensina sobre a ciência da mente e só o incentiva a praticas externas como apenas execução de posturas, ou alguma espécie de adoração religiosa, fuja o mais rápido possível.

Se os professores têm um bom conhecimento técnico, mas não entendem os valores dos professores de Yoga e as qualidades yóguicas, você pode acabar desapontado e sentir-se "desconectado".

É importante escolher com quem você quer aprender. Lembre-se, o yoga é muito mais do que exercícios de ginástica no tapete! É muito mais do que #reierainhadasinvertidas. Se o seu professor faz você se sentir culpado, assustado ou humilhado em vez de inspirado, essa não é a oportunidade de aprendizagem, esse é o compromisso! Qualidades e valores que um professor representa são fatores importantes para um treinamento bem sucedido e atualizar suas habilidades. Se queremos aprender, queremos nos sentir confortáveis ​​com o recebimento, e isso só pode acontecer quando encontrar um bom líder para aprender! Esse professor não pode querer faze-lo ser o melhor, e sim, faze-lo melhor.


Tashi Delek!

Edson Ramos